Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sardinha Pequenina

Gostamos de palavras. Gostamos de escrever. Gostamos de histórias. Conheça os nossos eventos, serviços e loja.

19
Fev24

Escrita criativa: quais os benefícios?

A escrita criativa é cada vez mais utilizada por quem procura expressar-se através das palavras. Não só escritores, como profissionais de várias áreas, têm encontrado neste tipo de prática uma forma de desenvolver o hábito de escrever e de estimular a sua criatividade. Mas porque é que a escrita criativa tem vindo a ganhar cada vez mais destaque? 

São vários os benefícios que a escrita criativa oferece a quem a utiliza, entre os quais:

 

1) Estimula a capacidade de análise, o pensamento crítico e a criatividade: a escrita força-nos a pensar sobre o que nos rodeia, impele-nos a questionar e a procurar saber mais sobre vários temas. Também o ato de escrever permite-nos refletir sobre potenciais formas de resolver problemas. Ao conceber novas personagens e histórias, a escrita criativa estimula a imaginação e a criatividade do escritor. Para além disso, quem usa a escrita criativa, gosta da liberdade de composição que ela lhe oferece pois, ao contrário de outros tipos de escrita, a escrita criativa não se baseia nas regras e técnicas tradicionais de redação. 


2) Melhora a comunicação: escrever de forma criativa exige clareza, precisão e eficácia na comunicação de ideias. Na verdade, quando escrevemos procuramos utilizar palavras que descrevam de forma fiel o que estamos a pensar. Simultaneamente, tentamos eliminar palavras e expressões que utilizamos recorrentemente, procurando evitar repetições. Tais exercícios melhoram a comunicação e facilitam a transmissão de ideias.


3) Aperfeiçoa a leitura e a interpretação de textos: graças à escrita criativa, é possível ler e analisar textos de diversos géneros e aprender a reconhecer padrões na escrita. Por outro lado, na escrita criativa usam-se frequentemente jogos de palavras, o que permite aumentar a capacidade interpretativa do leitor, pois este mergulha nas entrelinhas, explorando temas, símbolos e nuances de significado. 


4) Promove a empatia e a capacidade de observar/ouvir: um bom escritor tem de saber observar, ouvir e estar atento ao que o rodeia pois a qualquer momento pode surgir uma boa ideia para uma história. O ato de ouvir, ler e escrever oferece a possibilidade de viver as histórias de outros, potenciando o desenvolvimento de empatia ao entender as experiências, motivações e emoções dos outros.

 

5) Organiza ideias e melhora a produtividade: através da escrita, é possível associar ideias desconexas, criando um fio condutor. De facto, através de várias técnicas, como o mapa de ideias ou as linhas do tempo, é possível organizar as ideias, melhorando assim a produtividade e garantindo que a escrita criativa flui de forma eficiente.

 

6) Aumenta o bem-estar: sabe-se que a escrita tem a capacidade de reduzir o stresse e aumentar o bem-estar. Tal deve-se ao facto de, enquanto escrevemos, a nossa mente estar totalmente dedicada a tal tarefa. Por outro lado, escrever o que sentimos pode ser libertador, uma vez que tal experiência provoca a autodescoberta e a compreensão mais profunda de pensamentos, emoções e experiências pessoais. Ao explorar diferentes perspetivas e ao criar personagens com características diversas, os escritores podem aprender mais sobre si mesmos e sobre o mundo ao seu redor.

 

7) Entretenimento: escrever pode ser um passatempo incrivelmente gratificante e versátil, representando uma forma de expressar a voz única e autêntica de cada escritor. Por outro lado, para os leitores, a escrita criativa oferece uma forma envolvente e cativante de entretenimento, transportando-os para diferentes mundos e realidades, despertando emoções e estimulando a imaginação.

 

SP. Fotografia para blogwebsite.png

6 comentários

Comentar post